Skip Navigation Links.    

Fale Conosco
  
   

Portif¢lio COEP



                                                  1. INTRODU€ÇO                    

 

  O COEP - Centro de Orienta‡Æo e Encaminhamento Profissional (OSCIP) ‚ Constitu¡do de um corpo t‚cnico de alto conceito e qualifica‡Æo, destacando-se na vivˆncia pr tica e experiˆncias concretas em suas  reas de atua‡Æo, oferece servi‡os especializados de consultoria, treinamento empresarial, planejamento e organiza‡Æo de eventos, e projetos especiais a empresas p£blicas e privadas.

 

  Os trabalhos sÆo sempre realizados em consonƒncia com as necessidades identificadas em cada cliente, e em conformidade com as diretrizes e objetivos estabelecidos de comum acordo.

 

  O detalhamento dos projetos apresentados a seguir ‚ pass¡vel de modifica‡äes e adequa‡äes, de acordo com a caracteriza‡Æo de cada empresa, nÆo se constituindo num pacote fechado, mas orientativo para desenvolvimento dos trabalhos.

 

 

MISSÇO

 

Estamos comprometidos em apoiar e inspirar as pessoas a alcan‡arem seus sonhos melhores e mais preciosos na vida profissional e pessoal.

 

COEP

  

POLÖTICA DA QUALIDADE

 

è                    O sucesso do nosso Cliente ‚ o nosso sucesso;

è                    Educar nossos colaboradores e investir na competˆncia;

è                    Tecnologia ‚ a ferramenta, motiva‡Æo ‚ a essˆncia;

è                    Qualidade ‚ o nosso neg¢cio, Produtividade ‚ conseqˆncia.

 

 

                             µREA DE ATUA€ÇO

 

õ                                       Palestras e Treinamentos abertos in company;

õ                                       GestÆo da Qualidade

õ                                       Programa de Qualidade no servi‡o P£blico - PQSP;

õ                                       Planejamento e Organiza‡äes de Eventos;

õ                                       Programa de Estagio;

õ                                       Planejamento Estrat‚gico;

õ                                       Programa Novos Caminhos - Menor Aprendiz / Lei 10097/00

                                 

 

RELATàRIO DE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

 

Estrutura‡Æo do processo educacional atrav‚s da GestÆo da Qualidade Total

 

A estrutura do processo de Qualidade na Organiza‡Æo ‚ desenvolvida com a participa‡Æo efetiva do cliente, buscando-se atender as suas necessidades, e adequando-se …s disponibilidades de recursos humanos, f¡sicos, econ“micos-financeiros.

 

A estrutura do processo deve contemplar no m¡nimo:

 

a) A auto avalia‡Æo do ambiente interno com o objetivo de levantar dados que possam contribuir com a formata‡Æo do plano global de melhoria da qualidade e da produtividade sistˆmica das organiza‡äes.

b) Treinamento do corpo t‚cnico e corpo gerencial na gestÆo para Qualidade ;

c) Educa‡Æo e capacita‡Æo dos funcion rios em filosofia da qualidade no servi‡o p£blico , conscientiza‡Æo e motiva‡Æo para a qualidade, abordagem e solu‡Æo de problemas e ferramentas de gestÆo;

d) Implementa‡Æo do Gerenciamento Funcional, Estrat‚gico, com base no processo participativo;

e) Organiza‡Æo do centro de promo‡Æo da qualidade, respons vel pela implanta‡Æo e acompanhamento nos v rios ¢rgÆos da organiza‡Æo.

f) Padroniza‡Æo e estrutura‡Æo do manual de garantia da qualidade e condi‡äes para atendimento.

g) Estabelecimento de controles gerenciais para o acompanhamento e gerenciamento dos planos e itens de controle fundamentais.

 

 

2. METODOLOGIA DE TRABALHO (VISÇO SISTÒMICA)

 

 

A metodologia COEP para o Processo de Qualidade em organiza‡äes publicas e privadas pode ser visualizada no fluxograma apresentado a seguir.

 

  

 

 

  

 

 

4. µREAS COMPLEMENTARES AO PROCESSO
DE QUALIDADE NO SERVI€O PéBLICO

 

 

ESTRUTURAۂO ADMINISTRATIVA DE ORGANIZAیES

 

O Plano de Melhoria de GestÆo em Organiza‡äes tem por objetivos:

 

ú  Identificar os pontos cr¡ticos (oportunidade de melhorias) gerenciais e propor alternativas de solu‡äes;

ú  Analisar e compatibilizar as atribui‡äes das diferentes  reas das  unidades administrativas da Organiza‡Æo, definindo claramente os objetivos de cada uma, evitando-se as sobreposi‡äes de atribui‡äes e perda de produtividade;

ú  Acompanhar e dar assessoria para corre‡äes/modifica‡äes da estrutura organizacional implantada.


A metodologia para execu‡Æo dos trabalhos consiste de:

 

ú       Analise da Auto-avalia‡Æo da gestÆo;

ú       Reuniäes para conhecimento dos objetivos e metas com discussÆo das diretrizes do planejamento estrat‚gico e sua adequa‡Æo ao projeto de especializa‡Æo na GestÆo da Qualidade e desdobramentos;

ú       Reuniäes setoriais nas  reas de trabalho, para identifica‡Æo do real processo administrativo operacionalizado e a identifica‡Æo dos prov veis pontos cr¡ticos;

ú       Elabora‡Æo da proposta organizacional, com discussÆo e consenso com o pessoal envolvido, com as respectivas atribui‡äes;

ú        importante salientar que durante todo o processo h  intensa participa‡Æo e troca de informa‡äes com a organiza‡Æo sendo as decisäes tomadas por consenso, levando-se em considera‡Æo aspectos peculiares, tais como: cultura organizacional, situa‡Æo econ“mica-financeira, pol¡tica de recursos humanos, normas administrativas e outras vari veis importantes na an lise estrat‚gica da organiza‡Æo.

 

 

5. TREINAMENTOS

 

1. Planejamento Estrat‚gico e Gerenciamento Funcional

Introdu‡Æo ao M‚todo do Planejamento Estrat‚gico - defini‡Æo e modelamento dos caminhos do P.E. e exemplos pr ticos que permitam a organiza‡Æo montar sua base pr¢pria de pensamento e pr tica estrat‚gica.

OBJETIVO: Fornecer um conhecimento de todo o processo de planejamento estrat‚gico empresarial, apresentando t‚cnicas demonstrando porque a utiliza‡Æo da ferramenta de planejamento estrat‚gico ‚ o grande diferencial para as empresas. Defini‡Æo da MissÆo VisÆo de Futuro da Organiza‡Æo,

CARGA HORµRIA: 8 horas.

CONTEéDO: Os Grandes Desafios para os Neg¢cios do Pa¡s na D‚cada Atual; An lise Contingencial da Organiza‡Æo; Filosofia do Processo da Qualidade Ampla Empresarial; Sistema "Top Down" e Dinƒmica dos Principais Itens de Controle; Gerenciamento das Melhorias (Diretrizes) e Gerenciamento da Rotina; Estrutura Empresarial Focada na Busca Permanente da Qualidade, Produtividade e Competitividade.

2. Planejando o Futuro de Empresas e Organiza‡äes Eficazes

OBJETIVO: Preparar a organiza‡Æo para o conceito do Planejamento Estrat‚gico.

CARGA HORµRIA: 4 e 8 horas.

PéBLICO ALVO: Executivos, diretores, gerentes e profissionais ligados a planejamento empresarial.

PROGRAMA: Filosofia do Planejamento Estrat‚gico; O Estrat‚gico e T tico; Estrutura do Planejamento Estrat‚gico; A VisÆo de Futuro; Ferramentas do Planejamento; Casos Pr ticos do Planejamento Estrat‚gico.

3. T‚cnicas de Lideran‡a e Gerenciamento

M‚todos de melhoria da capacidade de lideran‡a nas empresas. Como conduzir sua equipe de trabalho para o sucesso.

CARGA HORµRIA: 4, 8 e 16 horas.

PéBLICO ALVO: Gerentes, Supervisores, Chefes de Setor, Especialistas e L¡deres de CCQ / Grupos Participativos.

PROGRAMA: Sucesso profissional e Lideran‡a; Conceito de Lideran‡a; Gerenciamento Contingencial - o papel do L¡der; As competˆncias do novo L¡der; Gerenciando e liderando a Rotina; A lideran‡a do novo milˆnio.

4. Reuniäes Eficazes

Como participar de reuniäes, reuniäes produtivas, reuniäes como fator de produtividade nas decisäes empresariais. Estudo de Caso.

OBJETIVO: Desenvolver habilidades essenciais … organiza‡Æo e condu‡Æo eficaz de Reuniäes.

CARGA HORµRIA: 4 e 8 horas.

PéBLICO ALVO: Diretores, Gerentes, Chefes, Encarregados e todos que coordenam reuniäes.

PROGRAMA: Administra‡Æo do Tempo; Estabelecendo Prioridades; Reuniäes Eficazes; Agenda de ReuniÆo (modelos); Estrutura; Liderando Reuniäes.

5. Estrutura‡Æo para a Qualidade

OBJETIVO: Estruturar / Designar Coordenadores da Qualidade.

CARGA HORµRIA: 8 horas.

PéBLICO ALVO: Coordena‡Æo da Qualidade e Multiplicadores.

PROGRAMA: Coordena‡Æo da Qualidade; Comitˆ da Qualidade Total podem fracassar.... O quˆ fazer?; Principais problemas na implanta‡Æo da GestÆo da Qualidade no Servi‡o P£blico; Como matar seu projeto e Qualidade Total na empresa; Modelos de impressos; Plano de corre‡Æo de rumo e elimina‡Æo de falhas na implanta‡Æo da Qualidade Total.

 

 

 

Participa‡Æo e Produtividade

 

6. T‚cnicas de Apresenta‡Æo

Vencendo medos e enfrentando o desafio de falar em p£blico. Uso das t‚cnicas de apoio … apresenta‡Æo. Corrigindo v¡cios e dinamizando a apresenta‡Æo e os participantes. Estudo de Lay Out de apresenta‡Æo, qualidade das transparˆncias ou slides (ex: Power Point) e dicas para o sucesso na apresenta‡Æo.

CARGA HORµRIA: 16 horas.

PéBLICO ALVO: Professores, Gerentes, Multiplicadores, Instrutores Internos e

CONTEéDO: Introdu‡Æo; Objetivos do Trabalho; Estudo de T‚cnicas para Realiza‡Æo de Reuniäes Produtivas; Criatividade nas Apresenta‡äes - A linguagem gr fica como instrumento de comunica‡Æo; Uso de Slides (Power Point) e Transparˆncias - VisÆo detalhada; Dicas e macetes; Exerc¡cios pr ticos - Elabora‡Æo e apresenta‡Æo de trabalhos.

7. Qualidade na Linha de Frente

OBJETIVO: Desenvolver a percep‡Æo da Linha de Frente junto aos clientes atrav‚s dos Dez Mandamentos do Atendimento. Introduzir alternativas e t‚cnicas para o bom atendimento. Ferramentas de An lise e Satisfa‡Æo do Cliente e Tomada de Decisäes.

CARGA HORµRIA: 16 horas.

PéBLICO ALVO: Secret rias, Vigilantes, Seguran‡as e Estagi rios.

PROGRAMA: Introdu‡Æo - Dinƒmica de Apresenta‡Æo; Coopera‡Æo - Planejando a Qualidade; Qualidade em Servi‡o: Atendimento - Cliente Encantado; Servi‡os ao Cliente: A Hora da Verdade; Planejamento da Qualidade e Produtividade em Servi‡os: Cuidados e Recomenda‡äes - Pesquisa; Reflexäes - Artigos / Reportagens sobre Qualidade no Atendimento - O lado humano da Qualidade; Produtividade no Trabalho.

8. Grupos Participativos / CCQ - Ferramenta para a ISO 9001:2000

Trabalho em equipe, lideran‡a, contingˆncia na organiza‡Æo, motiva‡Æo e resultados. Execu‡Æo de trabalhos nos moldes dos C¡rculos de Controle da Qualidade. Resultados econ“micos obtidos com as atividades dos grupos participativos. Motiva‡Æo e comprometimento das equipes. Melhoria cont¡nua atrav‚s dos Gp's / CCQ's.

CARGA HORµRIA: 8 horas.

PéBLICO ALVO: Gerentes, Especialistas e T‚cnicos.

PROGRAMA: Administra‡Æo participativa x produtividade; Estrutura do gerenciamento participativo; Qualidade Total / Grupos Participativos; Responsabilidade social da organiza‡Æo; Objetivos dos Grupos Participativos; Atua‡Æo e Criatividade; Organiza‡Æo dos grupos; T‚cnicas de apresenta‡Æo - visÆo resumida; Fluxo das atividades dos Grupos Participativos; Metodologia + Ferramentas; Problema - conceito. Uso do check list e formata‡Æo de banco de dados; A importƒncia do PDCA exemplos pr ticos: em casa, no trabalho e rotina; Ferramenta da Qualidade; Brainstorming; Causa e Efeito; Gr ficos; Relat¢rios; Casos Reais.

9. Programa 5S na Pr tica

Trata-se da aplica‡Æo do 5S no contexto da Qualidade Total,. Discute-se o uso do 5S como aux¡lio ao combate do desperd¡cio, organiza‡Æo e controle permanente de perdas.

OBJETIVO: Capacitar os participantes a executar os seus trabalhos em um ambiente de ordem, limpeza e seguran‡a, que ‚ a base para se obter Qualidade & Produtividade.

CARGA HORµRIA: 4 e 8 horas.

PéBLICO ALVO: Gerentes e supervisores de todas as  reas da empresa, direta ou indiretamente relacionados com o aperfei‡oamento dos processos sob a sua responsabilidade.

PROGRAMA: Conceitos; Casos Pr ticos; Caminhos da Qualidade; Implanta‡Æo: Descarte ou Utiliza‡Æo, Organiza‡Æo, Limpeza, Higiene e Sa£de, Auto Disciplina; Metodologia; Desenvolvimento.

10. GestÆo Participativa para a Qualidade e Produtividade

Conceitos e tendˆncias conceituais sobre a participa‡Æo e a sua influˆncia na Qualidade de produtos e servi‡os.

CARGA HORµRIA: 16 horas.

PéBLICO ALVO: Gerentes, Multiplicadores e Especialistas.

11. Conceitos de Qualidade e Atendimento ao Cliente
para Estagi rios e Servi‡os Terceirizados

Normalmente as organiza‡äes se esquecem da presen‡a dos estagi rios e dos funcion rios do apoio operacional e ou administrativo. Constantemente estas pessoas estÆo recebendo telefonemas e ou encaminhando informa‡äes importantes na organiza‡Æo e geralmente sem nenhum preparo ou treinamento. Apesar da baixa carga hor ria, sÆo feitos exerc¡cios e exemplos pr ticos aos participantes com grandes resultados.

CARGA HORµRIA: 4 e 8 horas.

PéBLICO ALVO: Estagi rios e Servi‡os Terceirizados.

12. Estudo de Clima e Produtividade Organizacional

VisÆo gr fica dos fatores causais do Clima Organizacional e pontos cr¡ticos.

PéBLICO ALVO: Gerentes e Funcion rios.

 

13. Elabora‡Æo de Projetos via Grupos Participativos

Desenvolvimento de projetos com o uso da metodologia.

CARGA HORµRIA: 16 horas.

PéBLICO ALVO: Multiplicadores, Especialistas e T‚cnicos.

 

Marketing

 

14. Marketing de Incentivo

OBJETIVO: Desenvolver habilidades para fixar objetivos, metas e estrat‚gias em marketing e vendas.

CARGA HORµRIA: 8 horas.

PéBLICO ALVO: Gerentes, Marketing, Vendas, Telemarketing.

PROGRAMA: Motiva‡Æo e Metas; Incentivo, motiva‡Æo e recompensa; Quem motivar?; Programa de Incentivo; Fases do Programa; Tipos de Prˆmios; Promo‡Æo Self-Liquidated; Estrat‚gias e Dicas Importantes; Estudo de Cases (IBM, 3M, etc.).

15. GestÆo do Marketing

OBJETIVO: Estabelecer filosofia, conceitos e plano de trabalho em Marketing e Vendas.

CARGA HORµRIA: 4 e 8 horas.

PéBLICO ALVO: Gerentes, Vendas, Marketing.

PROGRAMA: O Marketing e a Empresa Vencedora: Conceito de Marketing, Estrat‚gia com Foco no Mercado, VisÆo do Processo do Marketing, Empresa V lida, Amplia‡Æo de Produto - 4Pïs e 4Cïs, Processo de DecisÆo de Compra, Empresa Vencedora, Premissas para a Empresa V lida; As leis Vencedoras do Marketing: Lideran‡a, Categoria, Na Mente dos Processos, Percep‡Æo, Dualidade, Opostos, Enfoque, ExtensÆo de Linha, Sinceridade.

16. Endomarketing - A Empresa Viva

OBJETIVO: Estabelecer projetos pr ticos do marketing pessoal e interno das organiza‡äes.

CARGA HORµRIA: 4 horas

Fator Humano

 

17. Gerenciamento e Inteligˆncia Emocional

O conhecimento de Inteligˆncia Emocional tornam a gerˆncia de pessoas mais eficaz e o trabalho em equipe mais produtivo.

OBJETIVO: Motivar e discutir a emo‡Æo como fator positivo e de melhoria da produtividade e sucesso do ser humano.

18. Pessoas de Sucesso, Empresas Vencedoras

OBJETIVO: Estabelecer o caminho para a defini‡Æo do planejamento.

CARGA HORµRIA: 4 horas.

19. A tica nas Organiza‡äes

Estudo dos paradigmas da transparˆncia, ‚tica e responsabilidade.

CARGA HORµRIA: 4 horas.

20. Integra‡Æo Humana para a Segura‡a no Trabalho

Estabelecimento de fatores de contribui‡Æo para a melhoria da seguran‡a no trabalho.

CARGA HORµRIA: 4 horas.

21. Rela‡äes Humanas Pr¢-Qualidade

Melhorando o ambiente de trabalho atrav‚s das Rela‡äes Humanas em benef¡cio da Qualidade e Produtividade. Motiva‡Æo dos l¡deres formais e informais da organiza‡Æo.

CARGA HORµRIA: 8 e 16 horas.

PéBLICO ALVO: Gerentes, multiplicadores, especialistas e t‚cnicos.

 

Customiza‡Æo

 

Cursos "sob medida"

A empresa informa a necessidade e o tema e o COEP apresenta uma solu‡Æo proposta.

 

Semin rios

A empresa fornece o tema e o COEP planeja, organiza, estrutura as palestras, executa e avalia os resultados.

Palestras

 

Os t¡tulos das palestras sÆo definidos de acordo com a necessidade e preferˆncia do cliente.


 

5S

GestÆo Ambiental

Administra‡Æo do Tempo

Indicadores de Desempenho

Atendimento

Inteligˆncia Emocional

Profissional do futuro

Lideran‡a

Competitividade

Marketing

Comportamento Humano

Melhoria Cont¡nua

Criatividade e Inova‡Æo

Negocia‡Æo

Custos

Planejamento Estrat‚gico

Crise

Produtividade

Desperd¡cio

Profissional do Futuro

Educa‡Æo

Entusiasmo

Empregabilidade

Rela‡äes Interpessoais

Endomarketing

Reuniäes Eficazes

Excelˆncia

Seguran‡a

Excelˆncia em Servi‡os

Stress no Trabalho

Felicidade e Motiva‡Æo

Sucesso

Ferramentas da Qualidade

Trabalho em Equipe

Foco no Cliente

Vendas

Qualidade no Servi‡o P£blico

Qualidade Total

 

 

A carga hor ria das palestras ‚ de aproximadamente 2 horas de dura‡Æo, podendo variar conforme a situa‡Æo ou necessidade do cliente.

 

 

Curso-Palestra

Todos os CURSOS relacionados estÆo, tamb‚m, dispon¡veis no formato de palestras com dura‡Æo aproximada de 2 horas.

 

EQUIPE TECNICA

Andr‚ Nantes Borges - Consultor, Palestrante.

Administrador, Consultor do Programa Qualidade no Servi‡o Publico do Minist‚rio do Planejamento Or‡amento e GestÆo.  Foi Coordenador Estadual de Qualidade, de 1999 a 2003; Co-criador e Coordenador adjunto do Prˆmio QUALES - Qualidade Esp¡rito Santo; Coordenador do F¢rum Governamental da Qualidade; Ex-Coordenador do N£cleo Regional do Programa Qualidade no Servi‡o Publico - no Governo do estado do ES; Gestor de Pol¡ticas P£blicas - OBJ / Minist‚rio do Trabalho e Emprego; Consultor na implanta‡Æo do Programa Qualidade na Prefeitura de Aracruz, na Cƒmara Municipal de Anchieta e no Sistema de Abastecimento de µgua e Esgoto(SAAE) do Munic¡pio de Aracruz, Gerente de Cidadania da Prefeitura de Cariacica, atualmente Vice-Presidente do COEP onde desenvolve  marketing do Relacionamento, Palestrante em diversas Empresas Publicas e Privadas do Estado do ES e Outros estados.

Benef¡cios das Palestras e Cursos
 Aumento da produtividade e competitividade pelo desenvolvimento do potencial humano.
 Redu‡Æo de Custos causados pelo estresse e a desmotiva‡Æo.
 Melhoria do Clima Organizacional.
 Maior Comprometimento das Equipes.
 Melhoria da comunica‡Æo e do relacionamento interpessoal.
 Aumento da motiva‡Æo pessoal e profissional.

6. CLIENTES

MATRIZ DE TRABALHOS

 

ORGANIZAۂO

TRABALHOS EXECUTADOS

 FACULDADE UVV

VITORIA (ES)

PALESTRA "O PROFISSIONAL DO FUTURO".

FACULDADE FABAVI

ViLA VELHA (ES)

PALESTRA "O PROFISSIONAL DO FUTURO".

FACULDADE FABAVI

SERRA (ES)

PALESTRA "O PROFISSIONAL DO FUTURO".

FACULDADE FESAV

VIANA (ES)

PALESTRA "O PROFISSIONAL DO FUTURO".

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACRUZ

ARACRUZ (ES)

TREINAMENTO: PROGRAMA DE QUALIDADE NO SERVI€O PUBLICO. IMPLANTA€ÇO DO PROGRAMA DE QUALIDADE NO SERVI€O PUBLICO.

PREFEITURA MUNICIPAL DE PIUMA

PIUMA (ES)

PALESTRA COM O TEMA "QUALIDADE NO SERVI€O PUBLICO"

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARIACICA

CARIACICA (ES)

IMPLANTAۂO DO PROGRAMA DE QUALIDADE TOTAL.
CONSULTORIA, TREINAMENTO E MONTAGEM DO 1§ CICLO DO PLANEJAMENTO ESTRATGICO

C¶MARA MUNICIPAL DE ARACRUZ

ARACRUZ (ES)

TREINAMENTO COM BASES NO PLANEJAMENTO E DETALHAMENTO DO PROJETO "MELHORIA DA QUALIDADE NO SERVI€O PUBLICO".

C¶MARA MUNICIPAL DE ANCHIETA

ANCHIETA(ES)

TREINAMENTO: PROGRAMA DE QUALIDADE NO SERVI€O PUBLICO. IMPLANTA€ÇO DO PROGRAMA DE QUALIDADE NO SERVI€O PUBLICO.

PREFEITURA MUNICIPAL DE  NOVA VENCIA

NOVA VENCIA (ES)

TREINAMENTO: PROGRAMA DE QUALIDADE NO SERVI€O PUBLICO. IMPLANTA€ÇO DO PROGRAMA 5S.

SERRA BETUME

SERRA (ES)

PALESTRA "DESENVOLVENDO O RELACIONAMENTO INTERPESSOAL".

CONECADES 2006

GUARAPARI (ES)

PALESTRA PARA O CONGRESSO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ADMINISTRA€ÇO, DIREITO, COMUNICA€ÇO E SERVI€O SOCIAL. TEMA "COMO SE COMPORTAR NUMA ENTREVISTA DE EMPREGO".

FUNASA

VITORIA (ES)

TREINAMENTO: PROGRAMA DE QUALIDADE NO SERVI€O PUBLICO.

FUNASA

MATO GROSSO (MT)

TREINAMENTO: PROGRAMA DE QUALIDADE NO SERVI€O PUBLICO.

GOVERNO DO ESTADO DO ES

VITORIA (ES)

IMPLANTA€ÇO DO PROGRAMA QUALIDADE NO SERVI€O PUBLICO. CRIA€ÇO DO PREMIO DE QUALIDADE NO SERVI€O PUBLICO (QUALES)

POLICIA MILITAR(ES)

BATALHÇO DE SERRA (ES)

PALESTRA "QUALIDADE NO SERVI€O PUBLICO".

 

CENTRO DE FORMAۦO DE CONDUTORES FOUMULA 1

ARACRUZ (ES)

ACESSàRIA DE MARKETING E QUALIDADE TOTAL.

ACESSàRIA E TREINAMENTOS: GESTÇO DO ATENDIMENTO.

SECRETARIA DE SAUDE DO MUNICIPIO DE ARACRUZ

ARACRUZ (ES)

PROGRAMA DE TRABALHO DE CONSCIENTIZAۂO E MOTIVAۂO PARA A QUALIDADE TOTAL NO ATENDIMENTO.

SECRETARIA DE SAUDE DO MUNICIPIO DE ANCHIETA

ANCHIETA (ES)

PALESTRA MOTIVACIONAL

SUPERMERCADO GAIVOTA

VILAVELHA (ES)

PALESTRA "PODER DO ENTUSIASMO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO".

SECRETARIA DE EDUCAۦO DO MUNICIPIO DE ARACRUZ

ARACRUZ (ES)

 

 

TREINAMENTOS GERENCIAIS EM FERRAMENTAS DA QUALIDADE TOTAL.

 

 

ESCOLA "CRIAN€A ESPERAN€A"

CARIACICA (ES)

DIAGNàSTICO EMPRESARIAL.
PLANEJAMENTO ESTRATGICO.
ASSESSORIA DE MARKETING E QUALIDADE TOTAL.

CASA DO ADUBO

CARIACICA (ES)

WORKSHOP

ATENDIMENTO COM QUALIDADE

MARCA

AMBIENTAL

CARIACICA (ES)

PALESTRA "PODER DO ENTUSIASMO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO".

SCHOWAMBACH SUPERMERCADO

 

CARIACICA (ES)

 

PALESTRA "PODER DO ENTUSIASMO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO".

DEFAGRO

 

VIANA (ES)

 

 

PALESTRA "PODER DO ENTUSIASMO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO". (GESTORES)

PRODUTOS GILLES

 

CARIACICA (ES)

 

PALESTRA "PODER DO ENTUSIASMO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO

DROFAR

VITORIA (ES)

 

CURSO TECNICAS DE LIDERAN€A

(GESTORES)

CONECADES 2007

GUARAPARI (ES)

PALESTRA PARA O CONGRESSO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ADMINISTRA€ÇO, DIREITO, COMUNICA€ÇO E SERVI€O SOCIAL. TEMA "SETE CRITERIOS PARA UMA APRESENTA€ÇO EFICAZ".

FACULDADE SÇO GERALDO

CARIACICA (ES)

PALESTRA TEMA "SETE CRITERIOS PARA UMA APRESENTAۂO EFICAZ".

FACULDADE PIO XII

CARIACICA (ES)

PALESTRA TEMA "SETE CRITERIOS PARA UMA APRESENTAۂO EFICAZ".

FACULDADE FAESA

CARIACICA (ES)

PALESTRA TEMA "SETE CRITERIOS PARA UMA APRESENTAۂO EFICAZ".

SECRETARIA DE EDUCA€ÇO IBIRA€U

IBIRA€U (ES)

CAPACITAۦO DE PROFESSORES "PROJETO CONSTRUIR"

MINISTERIO PUBLICO ARACRUZ

ARACRUZ (ES)

PALESTRA "OS DONOS DO FUTURO"

NOVA DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS

IBIRA€U (ES)

PALESTRA "PODER DO ENTUSIASMO COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO"

CASA DE APOIO CAMPO GRANDE

CARIACICA (ES)

PALESTRA VOLUNTARIA "OS DONOS DO FUTURO"

 

 

7. Investimentos

 

CONSULTORIA COEP

 

 

A Consultoria COEP auxilia na resolu‡Æo das questäes do dia-a-dia da empresa, principalmente nas  reas de recursos humanos, marketing e estrat‚gias empresariais.

O consultor faz um diagn¢stico da situa‡Æo da empresa no qual serÆo apontados os pontos fortes e fracos da gestÆo. Nesta an lise sÆo levantados pontos importantes do perfil da empresa como: planejamento, organiza‡Æo, opera‡Æo e controle de fun‡äes.

A partir dessa an lise, ser  elaborada uma proposta de consultoria visando implementar os controles gerenciais, a gestÆo de pessoas e os planos estrat‚gicos e de marketing que farÆo a empresa enfrentar o mercado com muito mais competitividade. Tamb‚m serÆo revistos e sugeridos a implanta‡Æo de pol¡ticas, procedimentos, m‚todos e organiza‡Æo entre as diversas  reas do empreendimento.

A Consultoria COEP ‚ especialmente indicada para empresas que buscam a melhoria de gestÆo, que estÆo em mercados emergentes, que cresceram rapidamente e necessitam estruturar-se.

Tabela de Investimento

 

 

Consultoria

Valor

Ate 50 funcion rios

Valor

51 ate 80 funcion rios

Valor

91 ate  120 funcion rios

Valor

120 ate 150 funcion rios

Valor

+ 150  funcion rios

 

Diagn¢stico/Pesquisa

 

R$ 600,00

 

R$ 680,00

 

R$ 750,00

 

R$ 950,00

 

R$ 1.050,00

 

Cursos com ate 20hs   

 

R$ 150,00 P/F*

 

R$ 100,00 P/F*

 

R$ 90,00 P/F*

 

R$ 80,00 P/F*

 

R$ 70,00 P/F*

 

Cursos P/ Gerentes e Lideres

 

R$ 200,00 P/F*

 

R$ 200,00 P/F*

 

R$ 200,00 P/F*

 

R$ 200,00 P/F*

 

R$ 200,00 P/F*

 

Palestras - 02 horas

 

R$ 500,00

 

Pacote com 10 palestras R$ 350,00

Consultoria

Benefici rios

 

COEP

 

Pessoas Jur¡dicas

 

Observa‡Æo 01: transporte, alimenta‡Æo e hospedagem serÆo custeadas pelo CONTRATANTE.

 

ú                     P/F = por funcion rio

 



  
 
Usuário:
Cursos Online com certificados a partir de R$ 20
Cursos 24 Horas


  
 HUMANISTICA
 IGREJA BATISTA
 HSBC
 TV TRIBUNA
 UNILINHARES
 LIVRARIA LOGOS
 CAIXA ECONâMICA FEDERAL
 BRADESCO


Copyright 2003 COEP - Centro de Orientação e Encaminhamento Profissional
Rua Humberto Martins de Paula, 62 - Enseada do Suá - Vitória - ES - CEP 29050-265 FONE 27 3357-8088
v 1.0.0.0.7 beta